Ukbar Filmes

Perdidamente Florbela

2012 • Drama; Biográfico

Série por Vicente Alves do Ó

Portugal

Florbela Espanca é um dos vultos mais importantes da poesia portuguesa do séc. XX. A sua história pode ser contada com ou sem escândalo, ou fascinação pelo escândalo, mas será sempre a história de uma mulher apaixonada e que apaixonou. Reinventou o conceito de ser poeta, hoje em dia indissociável da música dos Trovante que todos trauteamos: “e dizê-lo cantando a toda a gente”. Na Lisboa de 1925, Florbela Espanca (Dalila Carmo) separa-se do segundo marido e cai nos braços de Mário Lage (Ivo Canelas), por quem se apaixona. A família não vê com bons olhos o terceiro casamento da poetisa com este médico de Matosinhos. Após um exílio forçado na província, Florbela recebe uma carta do irmão Apeles recentemente feito piloto-aviador. Florbela tem finalmente a oportunidade de fugir de Matosinhos para o bulício de Lisboa e encontrar inspiração para escrever, tal como a elite literária que fervilha na capital. Uma viagem inesquecível que começa em Santa Apolónia! Florbela não escreve, Florbela procura um sopro em cada esquina entre amantes, ataques bombistas, festas de foxtrot e o Tejo que em breve lhe levará o irmão num hidroavião. Este filme é o retrato íntimo de Florbela Espanca: não de toda a sua vida cheia de sofrimento, mas de um momento no tempo, um momento em busca de inspiração, um momento que reflecte uma poetisa que se eternizou pelo seu encanto nunca longe da sensualidade. Florbela Espanca é passível de ser reinventada sem conta. Intemporal pois a sua poesia é adaptada incessantemente. Esta, é a primeira adaptação ao cinema da vida de Florbela Espanca.

Close Menu